#NOVASAFRA

#DESBRAVADORES 

#REPLAY #FULLALBUM

  • revistaamplificamais

ROYALTIES NO ALVO DAS PLATAFORMAS DE STREAMING?


A plataforma de streaming do Spotify anunciou uma nova função para que músicos e gravadoras alcancem um número maior de colocação algorítmica com suas canções, a partir de troca por um valor mais baixo de royalties do que já é pago.


Ainda que a plataforma tenha limitado este recurso para os trabalhos que sejam vinculados à playlist “Discover Weekly” do Spotify, esta inovação pode abranger também “outras áreas personalizadas”, o que deve abranger qualquer playlist da linha editorial da plataforma.


Com essa possibilidade, a plataforma abre espaço para criar uma concorrência desleal, onde artistas irão se ver pressionados a aderir a esta função para não serem colocados de lado, e assim serem pagos com valores ainda mais ínfimos de reprodução.


O descabido recurso toma como alvo os royalties dos profissionais da música, que sob a perspectiva da UMAW (The Union of Musicians and Allied Workers – movimento de apoio aos envolvidos na indústria da música), os trabalhadores da música são os responsáveis pela enorme riqueza do Spotify, de seus investidores e das principais gravadoras, razão esta que cada vez mais a situação de tais profissionais se encontra mais precarizada, onde continuam sendo mal pagos, ao passo que são explorados pela empresa.


Força para a categoria profissional que segue respirando em meio a um mercado de descaso!


Arte da página da UMAW!

NOSSOS CONTATOS

BRAZIL         +55 11 97508-2464

                   +55 11 94259-4245

                   +55 11 95328-5572   

LISBOA:    +351 926 616 909

ASIA:           +66  6 3190-0160

EUROPA:     +32  483-408450